fbpx
apps

Infográfico mostra o crescimento dos apps de fitness na pandemia

A tecnologia está revolucionando a vida das pessoas já há muitos anos. Atividades que antes só era possível fazer presencialmente de repente migraram para a realidade virtual e mudaram completamente o paradigma da sociedade. É o que tem acontecido com os aplicativos de fitness doméstico, que já vinham em escala ascendente, mas bombaram de uma vez em todo o mundo com a pandemia do novo coronavírus.


Publicidade

cur.to: conheça uma solução totalmente em português para montar páginas para links da bio do Instagram e do TikTok. Perfeito também para profissionais, entidades e marcas que não tem site.


A necessidade urgente surgiu com a obrigação do fechamento das academias e do distanciamento social. De uma hora para a outra as pessoas não tinham mais disponível o espaço para a malhação. E também não podiam mais contar com o personal trainer, com quem tinha sessões marcadas todas as semanas. Os aplicativos de fitness doméstico foram portanto uma saída para quem desejava casa me mudar o treinamento e condicionamento físico, mas não mais contava com os meios tradicionais para fazê-lo.

Esse movimento levou a uma análise sobre o crescimento dos aplicativos de fitness doméstico a fim de observar a intensidade da curva ascendente. Os dados foram divulgados pelo site Visual Capitalist e são impressionantes, como você poderá perceber na exposição a seguir.
O aumento de downloads dos aplicativos de fitness doméstico

A análise dos dados se deu por meio da quantidade de downloads dos aplicativos de fitness domésticos feitos nas principais lojas do mundo: a Google Play Store, da Google, e a Apple app Store, da Apple. Sendo assim, os dados referentes à China não estão listados, já que a Google não presta serviços no país e a Apple tem atuação limitada pela ordem constitucional do governo comunista chinês.

Conforme os dados analisados, houve um incrível aumento de 46% nos downloads de aplicativos de saúde e fitness em todo o mundo. Foi um incremento considerável, pois se chegou a quase 50% a mais em relação ao período anterior. E para melhor detalhar essa acentuada curva de downloads em todo o mundo, temos a divisão por regiões, apresentada pelo portal Visual Capitalist. Os dados são os seguintes:

• Índia: 157%
• Mena: 55%
• Europa: 25%
• Ásia-Pacífico: 47%
• Resto do mundo: 43%
• Américas: 21%

A Índia foi, portanto, o local onde houve o maior aumento no total de downloads de aplicativos de fitness doméstico. Em números reais, isso significa um incremento de cerca de 58 milhões de usuários nos sistemas. É quase toda a população da Itália. E a explicação para isso é óbvia: a Índia foi um dos países que mais sofreu com as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. O bloqueio no local durou de março a maio e durante esse tempo as pessoas foram instruídas pelo governo a ficar em casa. Então foi preciso encontrar alternativas para seguir com a vida. E essa foi uma delas!

Dados de crescimento por usuários ativos

O fato de baixar um aplicativo nem sempre significa que ele esteja sendo realmente utilizado e por isso essa pesquisa também levou em consideração a quantidade de usuários ativos nos aplicativos de fitness doméstico. Isso é bastante significativo porque mostra que as pessoas de fato estão usando os recursos e não apenas realizando os downloads. E os resultados também foram impressionantes.

No geral, o crescimento de usuários ativos nos aplicativos de fitness doméstico foi na ordem de 24%, considerando-se os números do primeiro e do segundo trimestre do ano. Regionalmente os dados divulgados pelo Visual Capitalist foi o seguinte:

• Índia: 84%
• Mena: 28%
• Europa: 11%
• Ásia-Pacífico: 24%
• Resto do mundo: 24%
• Américas: 8%

A Índia, mais uma vez, encabeçou a lista. Isso devido aos fatos anteriormente já narrados. E algo bastante interessante de se notar também é que as pessoas em todo o mundo utilizaram os aplicativos e gostaram dos resultados. Ou seja, isso dá a entender que esses recursos chegaram definitivamente para ficar.

Aplicativos de fitness doméstico mais procurados pelas pessoas

A população global se rendeu aos aplicativos de fitness doméstico. Isso é fato e não há como questionar. Mas há aqueles que foram mais procurados que outros e isso pode demonstrar certa preferência dos usuários pelos mesmos. E aqui trouxemos uma lista com os principais, que foram campeões de downloads no segundo trimestre desse ano. Confira:

• Calm, focado em atenção plena e meditação, mais que em atividades físicas;
• Headspace, também mais focado em meditação, foco e atenção;
• MyFitnessPal, utilizado para monitoramento de dietas e exercícios físicos;
• Strava, um aplicativo com GPS integrado que rastreia os treinos das pessoas.

É claro que as opções são infinitas e a depender das suas necessidades, pode ser que essa ordem se inverta, ou mesmo outros aplicativos de fitness doméstico lhe sejam mais adequados. Mas o importante é que mesmo com a restrição ao contato social, as pessoas demonstraram grande preocupação com sua saúde. E isso foi (e está sendo) fundamental para que esse período conturbado não traga consequências ainda piores para a sociedade.

Veja o infográfico publicado pelo site Visual Capitalist: