fbpx
atleta a

Conheça a série ‘Atleta A’, do Netflix

Atleta A, documentário original da Netflix será lançado na plataforma no dia 24 de junho. Baseado em fatos reais, a trama narra as histórias de abusos sexuais sofridos por jovens que integram o time da Federação de Ginástica Olímpica dos Estados Unidos (USAG). Porém, os acontecimentos reais foram expostos ao público em 2016 e agora, é uma das produções mais aguardada para ser lançada.

Na plataforma e em seus perfis nas redes sociais, a Netflix divulgou um trailer de Atleta A, para que o público tenha conhecimento sobre o conteúdo que será retratado ao longo da trama. Entretanto, apesar de ser apenas 3 minutos, os relatos contidos na apresentação do documentário são bastante fortes e mostram que mesmo por trás do glamour presente na ginástica olímpica, nem tudo é o que parece.

Atleta A, a origem de tudo

Tudo começou no ano de 2016, após um grupo de jornalistas do Indianapolis Star, publicarem um artigo no qual afirmavam que a atletas do time de ginástica olímpica dos Estados Unidos vinham sofrendo abusos sexuais por mais de 20 anos.

Após essa publicação e relatos das jovens que sofreram os abusos, o nome do principal suspeito foi exposto: Larry Nassar. O homem de 56 anos, é médico responsável de todas as atletas e foi indiciado a primeira vez em 1990, porém, não houve provas concretas e ele não foi condenado.

Entretanto, tudo mudou em 2016, quando os jornalistas do IndyStar se propuseram a ajudar as jovens que sofriam ainda naquele período, abusos de Nassar. Dessa forma, o documentário retrata o passo a passo entre a publicação do artigo até a prisão do médico. Durante o longa, será exibido como se sucedeu as buscas por provas que pudessem incriminar Larry Nassar, além dos depoimentos das atletas que expuseram o que vinham sofrendo pelo abuso de poder.

Ainda será mostrado como os advogados do médico conseguiam que ele saísse livre de tantas acusações movidas contra Nassar. Apenas no documentário, foram 120 ginastas que sofreram abusos nas mãos dele e durante seu julgamento, foi aberto um período de 7 dias para que outras mulheres tivessem a oportunidade de fazer a denúncia.

O que esperar de Atleta A?

Por se tratar de um assunto bastante delicado, as cenas e relatos das atletas são o ponto crucial da história. A sinopse liberada pela Netflix em sua plataforma descreve o documentário da seguinte maneira: “Em agosto de 2016, uma denúncia do jornal Indianapolis Star contra a Federação de Ginástica dos EUA leva a uma chocante revelação sobre o médico da equipe feminina do país, Larry Nassar: ele vinha abusando sexualmente das ginastas há mais de vinte anos”.

Entretanto, o que causou uma reação de aflição e empatia no público, foi o trailer oficial que foi divulgado. As cenas iniciais mostram as jovens durante o treinamento enquanto as seguintes mensagens são exibidas: “32 medalhas de bronze, 38 medalhas de prata, 34 medalhas de ouro, 500 sobreviventes de abuso sexual”.

O ponto crucial da história é expor os motivos que levaram a parte técnica da equipe nunca fazer uma denúncia contra o médico. Preferindo o proteger para que o assunto não deixasse uma das maiores equipes de ginástica olímpica, tendo seu nome arruinado. Entre as atletas corajosas que ajudaram os jornalistas do IndyStar estão as estrelas da ginástica Aly Raisman, Simone Biles, McKayla Maroney e Gabby Douglas.

O longa teve a direção de Bonni Cohen e Jon Shenk. Será liberado para os usuários da plataforma na próxima quarta-feira (24) e terá uma duração de 1h44m. A capa de divulgação de Atleta A mostra uma jovem trajando sua roupa de ginástica e como fundo, a bandeira dos Estados Unidos com uma enorme rachadura, que divide a bandeira e chega até os pés da garota. A imagem conseguiu causar bastante efeito nos cinéfilos e foi bastante compartilhada nas redes sociais. Onde os internautas puderam expor suas opiniões e expectativas para assistirem ao documentário.