A Flyware realiza no sábado, 19 de agosto, em Porto Alegre (RS) um curso de pilotagem de drones com cinco horas de aulas teóricas e práticas. Especializada em aplicações corporativas desta tecnologia, a empresa gaúcha foi a primeira do país a obter a autorização da Federal Aviation Administration (FAA) para operar no Estados Unidos.

O curso será ministrado por Rafael Ritter, que mantém o canal Dronemodelismo no YouTube e tem mais de cinco anos de experiência com os mais populares equipamentos e componentes. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail fly@flyware.com.br ou pelo telefone/Whatsapp (51) 98118-3909. O preço é de R$ 400.

Aplicações no esporte

Recentemente, um blog chamado DroneBase publicou um artigo sobre drones e o futuro do entretenimento. No texto, o esporte aparece de diversas formas, incluindo na transmissão dos fogos de artifício produzidos pela Intel no intervalo do último Super Bowl:

Ainda de acordo com o artigo, adeptos de esportes radicais estão usando a tecnologia para “injetar ainda mais adrenalina” em seus hobbies. É o casos de Casey Neistat, também youtuber e apaixonado por drones e snowboarding. Veja o vídeo:

Nos Estados Unidos, os funcionários de uma empresa chamada Freefly Systems criaram o “Dronesurfer. Em vez de uma lancha com piloto, o surfista é puxada pelo aparelho voador. A brincadeira não fica muito mais barata pois o drone utilizado custa US$ 18 mil, o equivalente a quase R$ 60 mil pela cotação na data da publicação deste artigo:

Mas o que mais vem bombando mesmo são as corridas de drones, com imagens transmitidas dos aparelhos diretamente para os óculos especiais do seus respetivos pilotos (visualização em primeira pessoa). ESPN e Sky, por exemplo, já se interessaram por transmitir as provas:

Em breve, o Novo Esporte abordará novamente a aplicação de drones no esporte. Assine a newsletter e nossas redes sociais para ficar ligado.